2012, lá vou eu

2012, lá vou eu!
Se o ano que passou não foi tão bom quanto você esperava, não vale ficar baixo-astral por causa disso. O melhor é se preparar para curtir muito mais a partir do dia 1º de janeiro, com as dicas superdescoladas da Atrevidinha. #2012lávoueu!

Por Rita Trevisan e Thaís Macena


 

 

 

A coisa mais normal do mundo é a gente terminar o ano fazendo um balanço de tudo o que rolou. É nessa época que a gente se lembra dos objetivos que tinha lá atrás, das promessas que fez no réveillon passado e ainda pensa sobre o quanto conseguiu melhorar. O grande perigo de fazer essa retrospectiva, e de rever as últimas cenas da sua vida, como num  lminho, é lembrar só do que deu errado, das brigas com os pais ou daquele garoto que terminou o ano sem te dar a menor bola.

O legal é tentar fazer justamente o contrário: pensar nas coisas boas, nos passeios com as amigas, nas notas altas que tirou, nas pessoas legais que conheceu e no que aprendeu de diferente. E mesmo na hora de avaliar o que não foi tão legal, tente não  car triste. Imagine o que você pode fazer no novo ano para não entrar nas mesmas roubadas. A nal, você agora tem mais 365 dias novinhos em folha esperando por você, para alcançar tudo o que deseja.

Ano feliz: #comofaz 
Porém, se você está achando tudo isso lindo, mas não tem ideia de como fazer um ano novo completamente feliz e diferente, apesar dos contratempos que sempre surgem no caminho, aí vão algumas ideias:

Comece fazendo uma boa faxina. Dentro de você e ao seu redor. Doe as roupas que não usa mais, jogue fora as coisas quebradas, mude um pouco o astral do seu quarto. Aproveite para renovar também os seus pensamentos e prometa a si mesma que, para cada pensamento ruim, vai tentar se lembrar de duas coisas positivas que já fez ou ainda vai fazer.

- Se tem alguém na sua turma que vive colocando você lá pra baixo, que tem mania de criticar tudo o que você faz ou fala, pense se não vale a pena dar um tempo nessa amizade. A nal, os bons amigos são aqueles que nos incentivam a conquistar os nossos sonhos e que reconhecem as nossas qualidades.

- Desista de tentar mudar os outros. Assim, se quer melhorar o relacionamento com seus pais no ano que vem, pense em como você pode fazer a sua parte para evitar novas brigas. E faça o que estiver ao seu alcance, sem se cobrar tanto.

- Se quer um ano novo diferente do que passou, pense em coisas novas que você pode colocar em prática em 2012: quem sabe começar um curso bacana? Ou puxar papo com a galera que mora na rua da casa da sua avó, um pessoal com quem você nunca conversou? Pensa bem: se quer conquistar algo que nunca conquistou, tem de fazer coisas que nunca fez antes. Certo?

 

Novo em Folha
Montar uma listinha de resoluções para o próximo ano é uma maneira bem legal de começar a se preparar para ele. Agora, não basta escrever num papel todos os seus desejos e guardar a folhinha numa gaveta qualquer. Veja o que você pode fazer para realizar todos eles em 2012, sem deixar passar um!

O primeiro passo é montar a sua lista de objetivos. Para isso, basta fazer a si mesma algumas perguntas, como: o que eu quero para mim em 2012? O que me faria mais feliz? E o que preciso fazer para chegar lá? O que posso fazer pela minha família? Como devo me organizar para os estudos no próximo ano? Que programas eu gostaria de fazer com as minhas amigas? Como posso  car ainda mais próxima da minha turma? Como será a comemoração do meu aniversário? E por aí vai... a comemoração do meu aniversário? E por aí vai...

Na hora de escrever suas a rmações, use frases como "eu vou  car mais calma antes das provas, pois con o em mim mesma", em vez de "eu queria ser mais calma antes das provas" ou "não vou  car tão estressada antes das provas". As palavras, quando escritas, já carregam certa força.

Depois, lembre-se de repetir as a rmações que fez durante o ano, pelo menos todos os meses, para se manter sempre motivada.

Marque algumas datas limite para as mudanças que quer fazer ou os sonhos que deseja alcançar, dividindo as coisas mais complicadas em etapas. Assim: "Vou aprender a tocar violão em 2012". Daí, você pode montar uma espécie de tabela com várias colunas e as datas para cada etapa. Um exemplo: "Matrícula no curso de violão: até 15 de fevereiro de 2012". "Tocar uma música inteirinha: até 15 de abril de 2012". "Tocar algumas das minhas músicas preferidas: até 15 de outubro de 2012". "Inventar as minhas próprias músicas: até 15 de outubro de 2013".

Escreva ao lado das suas a rmações e das datas algumas palavras que expliquem por que aquela conquista é importante para você e como ela vai lhe fazer bem. Isso vai aumentar a sua vontade de persistir. é importante para você e como ela vai lhe fazer bem. Isso vai aumentar a sua vontade de persistir.

Por fim, deixe um espaço em branco para assinalar o que você já conquistou a cada etapa. Assim, se conseguiu ver o  lme que queria com as BFFs, cole o ingresso nesse caderno e escreva como a tarde foi diver tida. Comemorar os objetivos alcançados, por menores que sejam, sempre dá um gás para seguir em frente.